Tag Archives: magistério

Divisão da categoria docente é coisa que Marx explicaria muito bem.

8 maio

Quando o diálogo não acontece e se entra em uma luta, pode-se ter a certeza de que todos os envolvidos direta ou indiretamente sofrem. No caso da greve de professores, o impasse estabelecido nas negociações entre governo e sindicato extende a quantidade de dias parados, aumentando o desconto no salário dos docentes e atravancando o processo de ensino aprendizagem de alunos. Para aqueles que ficaram nas salas de aula tenho a profunda convicção de que os motivos pessoais suplantaram os da categoria. Lá dentro das classes e algumas quase vazias estão trabalhando sob que condições, eu me pergunto? E eu sei sob quais estão. Eu trabalho no magistério público e criativamente vou vivenciando a cada fim de jornada menos um dia letivo.
Se todos esses professores que não entraram em greve, por motivos pessoais, por acharem que a greve não é o meio de se conseguir melhorias na Educação, por não acreditarem no sindicato, ou por acharem que este não é o momento estratégico para tal, mas que de alguma forma se sentem explorados pelo governo se unissem para mudar a situação do grupo a qualidade de ensino já teria se elevado razoavelmente.
ImagemAgora se essa massa de docentes vai fazer coro aos poucos indiferentes, contradição educacional trabalhar para formar cidadãos críticos e ser um alienado, e a outros tantos que acreditam estar tudo correndo bem, só podemos chegar onde estamos: categoria dividida, nem há melhoria para alunos, nem para professores, sofrimento para todos os lados. É assim que as coisas funcionam quando não se há união.
No final das contas eu vou ficar sem salário, meia dúzia irá à reposição e se a negociação terminar com qualquer conquista para o magistério aquele que não levantou sequer o dedo vai compartilhar dos ganhos com a consciência tranquila. Eles sabem que alguns companheiros ralaram por ela.
Os combatentes cumprirão sua parte repondo legalmente os dias letivos parados, enquanto que aqueles que continuaram nas salas de aula sob qualquer circunstância curtem suas férias, pagas em 10x no cartão, e seus cursos planejados como se nada tivesse acontecido.
Na realidade o foco aqui não é na educação são os seres humanos e só posso reinterar a citação: os meus problemas estão resolvidos, mas pra você que fica, que se vire!